Quem não conhece a Luz não sabe o que é escuridão

luz

Pessoas que vivem presas à constante busca por algo que preencha o vazio existente nelas, tentando encontrar refúgio em baladas, drogas, bebidas, sexo. Curtem a noite se enchendo de bebida e pegando geral, se sentem felizes e indestrutíveis, mas quando voltam para casa se veem sozinhos, tristes e desamparados. E por mais que insistam em buscar a felicidade dessa forma todos os dias, o vazio nunca é preenchido. Pessoas que acham que ter dinheiro proporciona a felicidade plena, que não precisam de mais nada e muito menos de mais ninguém para ser feliz, o dinheiro basta. Pessoas que apenas existem, buscando desesperadamente uma maneira de viver. Pessoas que pensam constantemente em tirar a própria vida por não ver uma saída, por não acreditar que exista uma solução, uma resposta. Se perguntam o tempo todo se a felicidade realmente existe.

Por essas e tantos outros tipos de pessoas, somos vistos como loucos, fanáticos, alienados. Como pode alguém simplesmente ser feliz? Como é possível ser feliz sem, aparentemente, nenhum motivo? Como acreditar no que não se vê? E como dizer que esse “algo que não se vê” é o que te proporciona tanta felicidade? Somos tomados por uma felicidade inexplicável, uma felicidade que vai além de todas as dificuldades da vida. Somos preenchidos e transbordados com o amor mais verdadeiro e puro que existe. Temos Alguém que nos purifica, nos justifica e nos livra de nós mesmos. Temos Alguém que nos aceita e nos ama apesar de sermos pecadores, sujos e perdidos. Não podemos julgar quem nos enxerga como loucos, afinal, quem não conhece a Luz não sabe o que é escuridão.

E qual é o nosso papel sobre isso? Julgar essas pessoas, como tantos fazem? Ignorar essa realidade e “ser feliz”? NÃO. O mundo precisa de amor, o mundo precisa de uma resposta e nós temos essa resposta. Precisamos mostrar-lhes o motivo de nossa felicidade, precisamos abracá-los, amá-los, mostrar-lhes o amor do Pai, tirá-los do beco sem saída em que vivem. Precisamos mostrar-lhes a Luz. Por que somos tão egoístas e ficamos com esse amor só para nós? Por que dizemos e postamos no Facebook que o mundo precisa de Deus, mas falamos dEle para ninguém? Por que vemos tantos perdidos nas ruas, Metrô, shoppings, restaurantes, escolas, trabalhos e não nos importamos? É necessário sair da zona de conforto e passar a cumprir o que a Bíblia diz: ide por todo o mundo e pregai o Evangelho a toda criatura. Como essas pessoas vão ouvir falar do amor de Deus, como eles vão saber que há uma saída, se não há quem pregue? Está na hora de deixarmos de ser egoístas e passarmos a levar a Palavra aos necessitados, eles são responsabilidade nossa.

Cumpra o 16.15. Mostre a Luz, seja luz.

Essa é a música que serviu de inspiração para esse texto e traduz tudo o que tentei dizer aqui. Uma das músicas mais lindas que já ouvi.

“Parece até loucura quando falo de amor, quem não conhece a Luz não sabe o que é escuridão. Viver na contramão do mundo soa tão estranho, o fato é que não ter raiz aqui me leva à paz. Que excede todo o entendimento, que pega esse momento e guarda na memória, faz-me ver a realidade antes distorcida por falta de luz…” 

Sejam loucos por Jesus! 😉

Anúncios

7 comentários sobre “Quem não conhece a Luz não sabe o que é escuridão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s